Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Banco Central prevê economia de R$ 70 bilhões com Real Digital com foco no turismo

Banco Central prevê economia de R$ 70 bilhões com Real Digital com foco no turismo

brasil-banco-central-real-moeda-digital-campos-neto-economia-bilhões-turismo

O Banco Central (BC) do Brasil estuda a emissão de uma versão digital do Real, visando uma economia de até R$ 70 bilhões para o país e de olho no turismo. 

Segundo Aristides Andrade Cavalcante Neto, chefe-adjunto do departamento de tecnologia da informação do BC, a emissão de uma Moeda Digital de Banco Central (CBDC, na sigla em inglês), é a desmaterialização em meio digital do papel-moeda, noticiou o Valor Econômico. 

A digitalização do dinheiro deve manter as características das moedas fiduciárias soberanas (reserva de valor, unidade de conta e emissão por autoridade monetária), afirma Cavalcante. 

Atualmente, a emissão e distribuição do papel-moeda custa R$ 70 bilhões para a economia. Para evitar a continuação desse gasto, o Banco Central estuda lançar o Real Digital a partir de 2022. 

“O estudo será submetido à análise da diretoria colegiada para que ela decida os próximos passos; o que não deve ocorrer antes de 2022”, afirma. 

A CBDC deverá ser usada de forma complementar ao PIX – sistema de pagamento instantâneo da autoridade monetária que entrará em funcionamento no mês de novembro. 

CBDC para turistas

O executivo ressalta que o Brasil não é o único estudando a importância sistêmica dos pagamentos digitais. 

“Há jurisdições com oligopólios como na China, que operam WeChat e Alipay, ou na Suécia, mercado dominado por um consórcio de bancos”, declarou. 

Mas enquanto a China busca derrubar a dominância do Dólar com sua CBDC, o Banco Central brasileiro não trabalha em substituir o dinheiro físico por moeda digital, conforme informou à Câmara dos Deputados anteriormente.

Segundo o chefe-adjunto do BC, o foco será facilitar a vida dos estrangeiros: 

“No Brasil, a CBDC será um meio alternativo para o turista estrangeiro usar a moeda local sem precisar abrir um conta para acessar o Pix”, declarou. 

Leia também: Bitcoin e blockchain fortalecerão a liberdade financeira, diz CEO do Twitter

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias