Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

CVM condena empresa a pagar quase R$ 800 mil por ICO irregular

CVM condena empresa a pagar quase R$ 800 mil por ICO irregular

ico-brasil-cvm-multa-oferta-irregular-economia-finanças-mercado-investimentos-notícias

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) condenou uma empresa e seu fundador a pagar quase R$ 800 mil por uma captação de ICO irregular de criptomoeda.

A empresa de tecnologia Iconic Intermediação de Negócios e Serviços Ltda e seu fundador, Jonathan Doering Darcie, realizaram a captação de recursos da oferta inicial de moeda (ICO) sem registro ou dispensa da autarquia.

De acordo com nota divulgada na terça-feira (27), a Superintendência de Registro de Valores Mobiliários (SRE) instaurou um processo administrativo sancionador que resultou em multa de alto valor para a empresa.

O que houve

A Iconic conseguiu captar recursos de investidores com a emissão do criptoativo NIC em fevereiro, março e maio de 2018.

Os valores seriam para financiar o desenvolvimento de sistemas para o projeto Iconic Ecosystem, que consiste numa plataforma para permitir:

  • (i) a venda de tokens por empreendedores
  • (ii) sua negociação entre particulares
  • (iii) a disponibilização de instrumentos para que os detentores de tokens possam exercer controle efetivo sobre a atuação de seus emissores, tais como a realização de auditorias, a utilização de ‘escrow accounts’ e a solução de controvérsias entre as partes.

A autarquia entendeu que a ICO da empresa configura um bem de valor mobiliário, que deveria estar de acordo com as regras da entidade regulatória.

Punições

A CVM então puniu a Iconic por infração às normas sobre a realização de oferta pública de valores mobiliários. 

Além de proibir a empresa de captar recursos no Brasil, seja através da venda de tokens ou qualquer outra forma, a entidade reguladora ainda multou a empresa e seu administrador em 387.934,93, cada um.

No total, a penalidade foi de R$ 776 mil.

Em nota, a Iconic declarou estar decepcionada com a decisão da CVM que, para a empresa, representa “retrocesso ao ambiente de inovação brasileiro”.

A empresa afirma que irá recorrer da decisão.

Leia também: Nova criptomoeda do fundador da YFI dispara 31,600% logo após lançamento na Uniswap

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias