Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

'Estamos prontos para a nova era do dinheiro', diz o maior banco da Alemanha sobre CBDCs

'Estamos prontos para a nova era do dinheiro', diz o maior banco da Alemanha sobre CBDCs

alemanha-moedas-digitais-criptomoedas-deutsche-bank-bitcoin-criptoativos-dinheiro-nova-era
Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

Deutsche Bank, o maior banco da Alemanha e um dos maiores do mundo, afirma que o futuro chegou e diz que as moedas digitais emitidas por banco centrais (CBDCs) substituirão o dinheiro.

Em um novo relatório de 83 páginas, intitulado “O que devemos fazer para reconstruir”, o banco alemão cita a aceleração da revolução digital mundial como um dos impactos da pandemia do COVID-19, e afirma:

“Depois de séculos de economia monetária, estamos finalmente prontos para entrar na próxima era do dinheiro”.

A instituição bancária alerta que algumas de suas ideias “podem parecer radicais”, mas diz torcer para que elas “inspirem os reguladores enquanto nos reconstruímos deste período trágico e estimulante”.

Retomar controle

O Deustche Bank aponta que os bancos centrais estão “lentamente começando a repensar o modelo de dinheiro do século 17”, mas o processo de desenvolvimento de CBDCs está devagar e os grandes vencedores na tendência digital são companhias de cartão de crédito, como Visa e Mastercard.

Com medo de ficar para trás, o banco alerta:

“Por agora, a prioridade deve ser projetar sistemas de pagamentos digitais. No longo termo, moedas digitais emitidas por bancos centrais substituirão o dinheiro”, diz um trecho do relatório.

EUA e Europa devem acelerar emissão de CBDCs

O banco alemão ressalta que os Estados Unidos e a Europa devem correr para alcançar a China e Suécia, dois países que estão liderando a corrida pelo lançamento de CBDCs, aponta o documento.

“Líderes de economias avançadas devem superar dois desafios principais se quiserem que suas populações adotem uma CBDC”, afirma o Deutsche Bank, citando “taxas de juros baixas e normas culturais relacionadas a privacidade”.

CBDCs como solução – mas para quem?

Sem citar o Bitcoin ou outras criptomoedas, o banco alemão apresenta as moedas digitais de bancos centrais (centralizadas) como a solução para vários problemas de caixa, além de divulgá-las como o próximo passo na evolução do dinheiro.

Enquanto um Nobel de Economia declarou nesse ano que a chegada das CBDCs “será o fim das criptomoedas“, o gerente geral do Banco de Pagamentos Internacionais (BIS), Agustín Carstens afirma que, com elas, “os bancos centrais terão controle absoluto“, possibilidade encarada com aversão pelo mercado de criptoativos.

Leia também: Analista afirma: Bitcoin cairá abaixo dos US$ 10.000

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias