Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Plataforma DeFi de brasileiros entra em programa de US$ 500.000 do Vale do Silício

Plataforma DeFi de brasileiros entra em programa de US$ 500.000 do Vale do Silício

Plataforma DeFi de brasileiros entra em programa de US$ 500.000 do Vale do Silício (1)
Reprodução/ StormGain

O Boost VC, programa de aceleração de US$500.000 do Vale do Silício, selecionou uma plataforma de DeFi fundada por brasileiros para demonstração. 

O protocolo DeFi Pods.finance, fundado por Rafaella Baraldo e Robson Silva, foi um dos 14 projetos selecionados para um Demo Day. 

Conforme reportou o Cointelegraph, o Boost VC é um fundo de venture capital, um programa de aceleração de startups com diversas empresas cripto no portfólio, como Coinbase, Wyre, Ripio, Ledger, Bitcoin, Monero e Protocol Labs.

O programa escolhe 14 empresas por rodada de aceleração de US$500.000, com a promoção de um dia de demonstração para atrair investidores para os projetos. 

A plataforma dos brasileiros escolhida pelo programa é um protocolo descentralizado dedicado ao emergente setor DeFi, e oferece “produtos estruturados”, combinando ativos e outros protocolos. 

Os usuários podem ser compradores ou vendedores, sem precisar se registrar ou transferir fundos previamente.

Entre os selecionados, o projeto Pods.finance é o único brasileiro e o único ligado a cripto. 

Em 13 de outubro ocorreu o dia de demonstração dos projetos investidos pelo programa, atraindo investidores interessados em aportes na fase inicial dos projetos.

O dia de demonstração é para que os investidores possam “conhecer o perfil das empresas, conversar com os fundadores e conectar-se diretamente com as equipes das startups que os interessarem para futuras reuniões”.

As empresas de cripto no Brasil têm recebido uma série de aportes de investimentos neste ano, como no caso da gestora Transfero Swiss, emissora da stablecoin lastreada em reais BRZ

A empresa Transfero Swiss, anunciou nesta semana que recebeu R$40 milhões em investimentos. 

As empresas de tecnologia e as startups cripto também estão tendo um ano de grandes aportes. 

Segundo o levantamento, as empresas do setor cresceram 34% no ano, e já receberam quase US1 bilhão até o mês de outubro. 

O diretor de Startups e Inovação da AB&DF Advocacia, Saulo Michiles, disse que os especialistas do mercado esperam que as startups brasileiras tenham grande crescimento em 2020.

Leia também: CEO da MicroStrategy explica ‘estratégia vencedora’ aperfeiçoada por investidores de Bitcoin

Curta o Criptonizando no Facebook, Instagram, Twitter e Telegram para ficar por dentro de tudo que acontece no Mercado Cripto.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias